Márcia Jamille Costa
  • Mujer
  • Aracaju
  • Brasil
Compartir en Facebook
Compartir
  • Blog Posts
  • Discusiones
  • Eventos
  • Grupos (6)
  • Vídeos

Las amistades de Márcia Jamille Costa

  • Vítor Rafael Sousa
  • Cecilia Pires
  • Marilda Goulart
  • Clarissa Teixeira Muniz
  • Patricia Maria O.Teixeira
  • Josep Maria Barrés Fernández
  • Bri Baptista
  • Pedro Rodríguez
  • Luciana Coutinho Sodré Necco
  • René Haurón
  • Diogo Costa
  • Dehmian Barrales Rodríguez
  • Alea
  • José Luis Santos Fernández
 

Página de Márcia Jamille Costa

Información de perfil

Ciudad / País
Aracaju/Sergipe
Nivel de estudios:
Arqueologa e Mestranda em Arqueologia
Profesión:
Arqueologa
Mi interés es:
Profesional, Estudiante
Mi Página Web:
http://www.arqueologiaegipcia.com.br

Pesquisa sobre a terceira princesa de Amarna

Desde 2008 venho realizando um estudo bibliográfico acerca da rainha Ankhesenamon da XVIII Dinastia (Novo Império). Quando iniciei a pesquisa um dos meus maiores empecilhos foi a ausência de fontes documentais mais amplas, pois, não há muitos trabalhos exclusivos sobre ela. No entanto, apesar de ser praticamente ignorada pelos estudiosos, já se conhecia o seu nome através das primeiras pesquisas em Amarna.

Ankhesenamon como Amonet. Luxor. 2008

Na época de reinado do seu pai, Akhenaton (Amenofis IV) ela chamava-se Ankhesenpaaton, “A que vive por Aton”, depois de casar-se com o irmão Tutankhaton ambos tiveram que mudar de nome para agradar ao clero tebano do deus Amon, ela, desde então, seria Ankhesenamon e ele Tutankhamon.

Há pelo menos cinco regiões de efetivas pesquisas arqueológicas que tem fontes relacionadas ao meu objeto de estudo: Mênfis, Amarna, Tebas, Saqqara e o Vale dos Reis, e é neste último que em 1922 o arqueólogo inglês Howard Carter encontrou o túmulo de Tutankhamon (KV-62), cujo espólio funéreo contém vários artefatos em que a esposa real está retratada. O rei morreu quando possuía cerca de dezoito a dezenove anos e não deixou herdeiros, mas é sabido que haviam dois fetos sepultados com ele.


Em 2008 o Dr. Zahi Hawass, secretario geral do Supreme Council of Antiques anunciou que os dois fetos seriam submetidos ao exame com o aparelho de tomografia computadorizada e a análise do DNA para que se confirmasse se as crianças seriam filhas do faraó Tutankhamon como sempre se deduziu[1]. No entanto, outra das prioridades da pesquisa, é que os dados colhidos com o exame de DNA possam vir a identificar a mãe dos fetos dentre as múmias etiquetadas como “desconhecida” no Egyptian Museum (Cairo). A sugestão que nunca ficou fora de questão é que a mãe das crianças seja de fato a rainha Ankhesenamon.

Tutankhamon e Ankhesenamon. Giuseppe. Luxor. 2000

Em minha pesquisa de 2008 fiz um ensaio sobre a rainha, e durante as indagações me prendi ao fato de que em 2006 tinham encontrado um túmulo no Vale dos Reis que foi denominado de KV-63. De acordo com o anúncio na época da descoberta a equipe tinha achado um pedaço de selo em que teria o nome “paaton”, o que levou a proposta de uma ligação com o nome de infância do meu objeto de pesquisa. Imediatamente entrei em contato com a “Amenmesse Project” (KV-10, KV-63) para saber sobre o tal fragmento e fui informada de que este tinha sido um anúncio precipitado dado pelo Diretor dos Monumentos de Luxor, Mansour Boriak, durante uma transmissão da Discovery Channel.

Banner do trabalho. 5º Workshop de Xingó. 2008

Os pictogramas estão muito deteriorados, no entanto, mesmo após os estudos não há uma conclusão do que poderia estar escrito, mesmo assim, a presença de Ankhesenamon no tumulo é altamente questionável, principalmente devido aos resultados das pesquisas da Amenmesse Project que estão em pauta.

Meus estudos não estão finalizados, ainda falta uma análise presencial dos artefatos, mas com a ajuda de observações anteriores como as de Johson (1998) e Hamar (2006), por exemplo, consegui algumas das bases para o inicio da pesquisa e a oportunidade de começar a montar um material mais amplo sobre a rainha. Não se sabe se foi mesmo ela quem escreveu aos hititas e o seu túmulo ou múmia não foram encontrados. Apesar da escassez de materiais confiáveis reuni um número significativo de dados, além disto, a iconografia presente no espólio da KV-62 e outros sítios pelo Egito demonstram que é necessário dar uma importância maior a estes artefatos ligados à Ankhesenamon, por exemplo, a imagem do trono dourado que a mostra tocando o esposo remete aos tempos de Amarna, pois os dois são abençoados por Aton, um deus que, devido ao contexto da época, poderíamos supor que não deveria estar na KV-62.

Trono em que está a imagem em questão: Ankhsenamon e o esposo tocados pelos raios de Aton. KV-62. Vale dos Reis.

===========================================


Bibliografia:
Arqueologia Egípcia, 01/06/2009, " www.arqueologiaegipcia.com.br/texto_pesquisa_ankhesenamon.html "
HAMAR, R.V. The Queens of Egypt - The Complexities of Female Rule in the First through the Nineteenth Dynasty. pp. 22, 2006.
JAMES, T.G.H. Tutancâmon. Coleção Biblioteca Egito. Folio. pp. 288, 2005
JOHNSON, G. B. Queen Ankhesenamen and the hittite prince. 1999
The Guardian, 07.08.2008.



[1] Notícia anunciada no antigo site do Dr. Zahi Hawass.

Comentario (14 comentarios)

A las 9:22am del junio 27, 2009, José Luis Santos Fernández dijo...
Olá, Marcia:
Obrigado por aceitar meu convite, acho que gostará do site, e parabéms por seu trabalho do mundo amarniense. Sea bem-vinda.
Abraco,
José Luis
A las 11:47am del junio 29, 2009, José Luis Santos Fernández dijo...
Olá, Marcia: Não é necessário traduzir o texto, nesta comunidade pode escrever seus artigos em português.
Abraco,
José Luis
A las 12:22am del agosto 23, 2009, Patricia Maria O.Teixeira dijo...
Olá, Márcia!!!!
Te achei aqui tb!!!!
Na quarta fui me encontrar com o profº Antonio Brancaglion Jr. para uma conversa lá no Museu da 5ª da Boa Vista aonde ele trabalha e digo que me foi muito esclarecedora. Talvez eu faça mestrado em Arqueologia, pois sempre foi um grnade sonho desde pequena fazer algo9 nessa àrea, como lhe disse outra vez.
Então...
Preciso que me ajude com algum material sobre a Ankhesepaton pq usarei em minha palestra em Outubro.
Que tal nos juntar e fazer um grande arquivo ou um blog de nós 3? Eu, vc e o José Luis, ainda poderia chamra a Ondina e um profº que tb é Egiptologo?Que tla
Temos que manter viva a História do Egito....

Atenciosamente,
Patricia T.
A las 1:00am del agosto 24, 2009, Patricia Maria O.Teixeira dijo...
Oi, Márcia!!!
Muito obrigada pela atenção. O que proponho a fazermos é juntarmos todo nosso material e fazermos um blog em co-autoria. Não é necessário que escrevamos todos os dias, será apenas mais uma fonte de informações sobre o Egito Antigo, mais uma demosntração de nosso amor para com ele, entende?
Sim o conheci, ele é uma pessoa muito séria e profissional, me passou importantes informações, e se dispôs a judar em minha palestra. Ele falou que a conhece e tb falou que talvez vc seja uma das poucas pessoas que trate de Ankhesenamon aqui no Brasil. Acho que temos que levar a frente o estudo de gênero a nossa sociedade maxista.

Atenciosamente,
Patricia
A las 7:33pm del agosto 27, 2009, Patricia Maria O.Teixeira dijo...
Que pena, mesmo não poder ir a minha palestra, seria ótimo!!! Essa palestra será administrada apenas por mim por intermédio do antigo Centro de Egiptologia do Clube Naval, agora chamado "Grupo Fênix", por ter ressurgido das cinzas. É uma longa história que depois te contarei.
Quanto ao material estou aos poucos separando. A sua pesquisa eu descobri através de você mesma que me mandou o site. (risos)
Bjus..
A las 7:34pm del agosto 27, 2009, Patricia Maria O.Teixeira dijo...
como vc mudou a configuração do painel desse site?
A las 6:48pm del agosto 28, 2009, Josep Maria Barrés Fernández dijo...
Bienvenida al grupo. Espero que nos podamos intercambiar ideas y comentarios.
Un saludo
A las 10:49pm del agosto 29, 2009, Patricia Maria O.Teixeira dijo...
Olá!!!!
Realmente na época não era divulgado, quando eu entrei é que comecei a divulgar mas somente na minha faculdade através de cartazes e é claro, do meu "boca-a-boca".
Se por no google que aparecerá alguma informação.
Antigamente funcionava com palestras e exposições administradas pelos Comtes. aposentados de lá apenas por livre espontânea vontade, mas tínhamos uma certa "richa" com o Clube Literário (quer dizer, eles que tinham conosco) que era contrário a nós (na verdade por sobressairmos mais!) daí de repente cessaram nossa verba para exposições, que aliás teve a participação ilustre do Cônsul do Egito, nosso "jornalzinho", o "Escriba do Faraó" tiraram nossa sala de reunião e levaram nosso arquivo. Enfim acabou-se, mas por intermédio de um dos Comts. acabamos voltando mas com outra "roupagem". Ogrupo chamava-se Grupo de estudos avançados Fênix, que na época tratava de civilizações antigas, mas não houve muita demanda para os assuntos, então agora o Comte. Miranda agora administra palestras mais voltadas para o Espiritismo, OVINS e temas atuais como aborto,genética e física quântica, mas ainda temos algumas palestras sobre o Egito e Idade Média.
A las 11:00pm del agosto 29, 2009, Patricia Maria O.Teixeira dijo...
Mas como vc conseguiu por no fundo a foto ?
A las 11:39pm del septiembre 8, 2009, Patricia Maria O.Teixeira dijo...
Acabei de ver que minha pagina não tem a opção " todas las opiciones". O que faço?
Um abraço fraterno.

Necesitas ser un miembro de Arqueologia, Historia Antigua y Medieval - Terrae Antiqvae para añadir comentarios!

Participar en Arqueologia, Historia Antigua y Medieval - Terrae Antiqvae

Zorap

 
 
 

TRANSLATE BY GOOGLE

Busca en Terrae Antiqvae

Recibe en tu correo los últimos artículos publicados en Terrae Antiqvae -Boletín Gratuito-

Introduce tu email:

Gentileza de FeedBurner

 

Donaciones

Terrae Antiqvae es una Red Social sin ánimo de lucro. Necesitamos tu apoyo para el mantenimiento del sitio. Apadrina esta Comunidad 

¡Gracias por tu ayuda!

Contacto con el editor:

Publicidad by Google

 

Patrocinador: SMO Sistemas

Nuestro Canal de Vídeos en YouTube. ¡Suscríbete!

Síguenos en las Redes Sociales: Facebook, Twitter y Google+

¡Gracias por visitarnos! ¡Bienvenid@!

Estadísticas: del 3 de enero de 2005 al 11 de febrero de 2014 12,4 millones de visitas. Nuevas estadísticas desde 21 de marzo de 2014. 300 mil visitas a 6 de junio de 2014.

* De 6/6 a 12/11 sin datos.

Estadísticas desde 12 de noviembre de 2014.

relojes para blogger html clock for websites contador de usuarios online

contadores web relojes para blogs

Temperatura y Hora en Madrid:

 

Derechos de Autor:
Licencia de Creative Commons
Terrae Antiqvae® is licensed under a Creative Commons Reconocimiento-NoComercial-SinObraDerivada 3.0 Unported License.

Información legal: Terrae Antiqvae® es Marca registrada por José Luis Santos Fernández. Marca nº 2.679.154 - Clase 41, Madrid, España. Reservados todos los Derechos. En Internet desde Julio de 2001.

Normas de la Comunidad (Aviso Legal):  Netiqueta - Términos de servicio

© 2017   Creado por José Luis Santos Fernández.   Tecnología de

Emblemas  |  Reportar un problema  |  Términos de servicio

Usamos cookies propias y de terceros que entre otras cosas recogen datos sobre sus hábitos de navegación para mostrarle publicidad personalizada y realizar análisis de uso de nuestro sitio. Si continúa navegando consideramos que acepta su uso. OK Más información | Y más